DROPS / 195 / 5

Nordic Romance by DROPS Design

Xaile tricotado em DROPS Nord, de cima para baixo em ponto jarreteira, ponto mosaico e ponto de ondas.

DROPS Design: Modelo n.º no-014
Grupo de fios A
-------------------------------------------------------

Dimensões: Altura ao longo da malha central: cerca de 64 cm. Comprimento ao longo da parte de cima do xaile: cerca de 190 cm.
Fios:
DROPS NORD da Garnstudio (pertence ao grupo de fios A)
150 g cor 05, cinza
150 g cor 01, natural
50 g cor 03, cinza pérola
50 g cor 06, cinza escuro
50 g cor 18, amarelo ouro

-------------------------------------------------------
ANTES DE COMEÇAR:

AMOSTRA:
23 malhas em largura e 45 carreiras em altura em ponto jarreteira e no ponto mosaico = 10 x 10 cm.

AGULHAS:
AGULHA CIRCULAR DROPS 3,5 mm – com 80 cm de comprimento.
O tamanho das agulhas é dado unicamente a título indicativo! Se a sua amostra tiver demasiadas malhas para 10 cm, experimente tricotar com agulhas mais grossas. Se a sua amostra não tiver malhas suficientes para 10 cm, experimente tricotar com agulhas mais finas.

Fez este modelo ou outro das nossas colecções? Marque as suas fotos nas redes sociais com o hashtag #dropsdesign para que possamos vê-las!

Quer usar um fio diferente? Experimente o nosso conversor de fios!
Não sabe que tamanho deve escolher? Então, irá ajudá-la saber que o modelo fa fotografia tem 170 cm de altura e usa o tamanho S ou M. Se que fazer um pulôver, um casaco, um vestido ou uma peça semelhante, irá encontrar um gráfico com as medidas da peça terminada (em cm) no fundo das explicações do modelo.

45% alpaca, 30% poliamida, 25% lã
a partir de 2.60 € /50g
DROPS Nord uni colour DROPS Nord uni colour 2.60 € /50g
Senshoku
Encomendar
DROPS Nord mix DROPS Nord mix 2.65 € /50g
Senshoku
Encomendar
Agulhas de tricô e croché
Pode comprar o fio para fazer este modelo desde 23.40€. Saiba mais.

Explicações do modelo

-------------------------------------------------------

TÉCNICAS USADAS:

-------------------------------------------------------

PONTO JARRETEIRA (em idas e voltas):
1 barra jarreteira = Tricotar 2 carreiras meia.

AUMENTOS NUMA SECÇÃO PONTO JARRETEIRA DE UMA SÓ COR:
Ver os diagramas A.1 e A.2. Cada carreira das diagramas corresponde a uma carreira tricotada. Os diagramas mostram todas as carreiras, vistas pelo direito.

AUMENTOS (a intervalos regulares):
Para calcular quando aumentar a intervalos regulares, contar o número total de malhas (por ex. 261 malhas), menos a malha central (= 1 malha) e dividir as restantes malhas por 2 = 130 malhas de cada lado da malha central. Dividir então 130 malhas pelo número de aumentos a fazer antes/depois da malha central (por ex. 3) = 43.3.
Neste exemplo, vai-se aumentar fazendo 1 laçada depois de cerca de cada 43.ª malha antes da malha central. Aumentar da mesma maneira depois da malha central. Na carreira seguinte, tricotar as laçadas torcidas em meia para evitar buracos.

DICA PARA ARREMATAR:
Para que as malhas arrematadas não fiquem demasiado apertadas, pode-se fazer 1 laçada ao mesmo tempo que se arremata – fazer 1 laçada por cima de cada uma das laçadas da carreira precedente, arrematar as laçadas como malhas normais. Ter atenção para não puxar o fio ao arrematar.
Se as malhas arrematadas continuarem a ser apertadas, pode-se usar uma agulha um tamanho acima.

PONTO MOSAICO:
Ver os diagramas A.3 a A.11 e ver explicação da técnica abaixo.
Cada carreira destes diagramas corresponde a 2 carreiras tricotadas. Ou seja, pelo direito, os diagramas lêem-se da direita para a esquerda com os aumentos indicados nos diagramas e pelo avesso tricota-se a mesma carreira da esquerda para a direita, mas sem aumentar (as aumentos já estão feitos pelo direito).

Em todas as carreiras pelo direito, manter o fio atrás da peça (ou seja, pelo avesso) quando se desliza uma malha.
Em todas as carreiras pelo avesso, manter o fio frente à peça (ou seja, na nossa direcção e sempre pelo avesso) quando se desliza uma malha.
Ter atenção para que os fios não fiquem demasiado puxados pelo avesso!

Para melhor seguir o motivo, pode colocar 1 marcador entre cada diagrama A.4B/A.5B.

A.3, A.6 e A.9 = primeira e última malha. Esta malha tricota-se na cor indicada pelo símbolo e, AO MESMO TEMPO, este símbolo indica a cor da carreira em A.X, A.Y e A.Z.
A.X, A.Y e A.Z são as secções que mostram as carreiras tricotadas em ponto mosaico.
Nas outras carreiras de A.4/A.5, A.7/A.8 e A.10/A.11 (ou seja, as carreiras numa só cor), tricota-se 1 barra jarreteira em idas e voltas em todas as malhas sem deslizar a malha (a malha central tricota-se sempre em ponto meia).

SECÇÃO A.X:
A cada carreira de A.3 com um pequeno quadrado preto (ou seja, a tricotar na cor A), todas as malhas da cor A em A.4 e A.5 são tricotadas em meia e todas as malhas da cor B são deslizadas.
A cada carreira de A.3 com uma estrela (cor B), todas as malhas da cor B em A.4 e A.5 são tricotadas em meia e todas as malhas na cor A são deslizadas.

SECÇÃO A.Y:
A cada carreira de A.6 com um pequeno losango preto (ou seja, a tricotar na cor C), todas as malhas da cor C em A.7 e A.8 são tricotadas em meia e todas as malhas com a cor D são deslizadas.
A cada carreira de A.6 com um pequeno traço (cor D), todas as malhas da cor D em A.7 e A.8 são tricotadas em meia e todas as malhas na cor C são deslizadas.

SECÇÃO A.Z:
Na carreira de A.9 que começa por uma diagonal (ou seja, cor E), todas as malhas na cor E em A.10 e A.11 são tricotadas em meia e todas as malhas na cor A são deslizadas.

PONTO DE ONDAS:
Ver os diagramas A.12 e A.13. Cada carreira corresponde a 1 carreira tricotada. Os diagramas mostram todas as carreiras do ponto fantasia, vistas pelo direito.

-------------------------------------------------------

A PEÇA COMEÇA AQUI:

-------------------------------------------------------

XAILE – SUMÁRIO DA PEÇA:
Tricota-se de cima para baixo, em idas e voltas na agulha circular (para ter espaço suficiente para todas as malhas).
Aumenta-se sempre 1 malha de cada lado da malha central e 2 malhas de cada lado de cada lado da peça em todas as carreiras pelo direito como explicado abaixo (= aumenta-se 6 malhas a cada carreira de aumentos).
No princípio da xaile, tricota-se uma secção em ponto jarreteira numa só cor. Depois tricota-se em ponto mosaico e termina-se pela orla em ponto de ondas.
É importante seguir os diagramas atentamente.
O ponto mosaico tricota-se em ponto jarreteira, mas o jacquard não se tricota como oa ponto jarreteira normal – tricota-se, deslizando as malhas – ver explicações acima antes de o tricotar. NOTA : cada carreira dos diagramas do ponto mosaico (A.3 a A.11) corresponde a 1 barra jarreteira (ou seja 2 carreiras). Nos outros diagramas (A.1, A.2, A.12 e A.13), 1 carreira no diagrama = 1 carreira tricotada.

XAILE:
Montar 5 malhas com a agulha circular 3,5 mm em cinza. Tricotar as 2 primeiras carreiras da seguinte maneira:
CARREIRA 1 (= pelo direito): 1 malha ourela em ponto jarreteira – ver acima -, 1 laçada, 1 malha em ponto meia, 1 laçada, 1 malha em ponto meia, 1 laçada, 1 malha em ponto meia, 1 laçada e 1 malha ourela em ponto jarreteira.
CARREIRA 2 (= pelo avesso): 2 malhas de orla em ponto jarreteira, tricotar em liga até restarem 2 malhas e terminar com 2 malhas de orla em ponto jarreteira = 9 malhas.
Tricotar então A.1 e A.2 da seguinte maneira: A.1 por cima das 4 primeiras malhas, 1 malha em ponto meia (= malha central – esta malha tricota-se totalmente em ponto meia até ao fim, independentemente de como as outras malhas se tricotam), A.2 por cima das 4 últimas malhas. MANTER A MESMA TENSÃO DA INDICADA PARA A AMOSTRA!
Continuar desta maneira aumentando como indicado em A.1 e A.2 até um total de 43 barras jarreteira ter sido tricotado depois da montagem = 261 malhas. Tricotar mais 1 barra jarreteira em cinza aumentando de cada lado da peça e a meio como antes, e aumentar mais 6 malhas a intervalos regulares, ou seja, aumentar 3 malhas antes e 3 malhas depois da malha central – ver AUMENTOS. Tricotámos 44 barras jarreteira ao todo e temos 273 malhas. A peça mede cerca de 19 cm a meio da peça, a partir da montagem na direção do tricô.
Continuar em PONTO MOSAICO – ver acima -, ou seja tricotar a primeira carreira pelo direito da seguinte maneira: A.3 (= 1 malha), A.4A por cima de 2 malhas, A.4B por cima das 132 malhas seguintes (= 33 motivos de 4 malhas), A.4C por cima da malha seguinte, 1 malha em ponto meia (= malha central – esta malha tricota-se na cor de fundo do motivo), A.5A por cima da malha seguinte, A.5B por cima das 132 malhas seguintes (= 33 motivos de 4 malhas), A.5C por cima das 2 malhas seguintes e terminar com A.3 (= 1 malha).
Continuar desta maneira, mas não esquecer que uma carreira de cada um destes diagramas corresponde a 1 barra jarreteira (ou seja, 2 carreiras meia). Ter atenção para não arrematar os fios pelo avesso.
Quando A.3, A.4 e A.5 tiverem sido tricotados 1 vez em altura, temos 363 malhas.
Tricotar a carreira seguinte pelo direito da seguinte maneira: A.6 (= 1 malha), A.7A por cima das 2 malhas seguintes, A.7B por cima das 174 malhas seguintes (= 29 motivos de 6 malhas), A.7C por cima das 4 malhas seguintes, 1 malha em ponto meia (= malha central – esta malha tricota-se na cor de fundo do motivo), A.8A por cima das 4 malhas seguintes, A.8B por cima das 174 malhas seguintes (= 29 motivos de 6 malhas), A.8C por cima das 2 malhas seguintes e terminar com A.6 (= 1 malha). Quando A.6, A.7 e A.8 tiverem sido tricotados 1 vez em altura, temos 465 malhas.
Tricotar a carreira seguinte pelo direito da seguinte maneira: A.9 (= 1 malha), A.10A por cima das 2 malhas seguintes, A.10B por cima das 228 malhas seguintes (= 114 motivos de 2 malhas), A.10C por cima da malha seguinte, 1 malha em ponto meia (= malha central – esta malha tricota-se na cor da risca), A.11A por cima da malha seguinte, A.11B por cima das 228 malhas seguintes (= 114 motivos de 2 malhas), A.11C por cima das 2 malhas seguintes e terminar com A.9 (= 1 malha). Quando A.9, A.10 e A.11 tiverem sido tricotados 1 vez em altura, temos 519 malhas.
Continuar em cinza pérola e tricotar 2 carreiras meia aumentando 16 malhas a intervalos regulares na 1.ª carreira, ou seja, continuar os aumentos dos lados e ao meio como antes, e aumentar mais 8 malhas a intervalos regulares tanto antes como depois da malha central = 541 malhas.
Continuar em natural e tricotar em PONTO DE ONDAS – ver acima -, ou seja, tricotar a primeira carreira pelo direito da seguinte maneira: A.12A por cima das 4 primeiras malhas, A.12B por cima das 260 malhas seguintes (= 20 motivos de 13 malhas), A.12C por cima das 6 malhas seguintes, 1 malha em ponto meia (= malha central), A.13A por cima das 6 malhas seguintes, A.12B por cima das 260 malhas seguintes (= 20 motivos de 13 malhas) e terminar com A.13C por cima das 4 últimas malhas. Quando o ponto de ondas está terminado, temos 773 malhas.
Tricotar 2 barras jarreteira em idas e voltas em todas as malhas aumentando dos lados e de cada lado da malha central como antes = 785 malhas. Ver DICA PARA ARREMATAR e arrematar em meia pelo direito. Cortar e entretecer os fios.

MONTAGEM:
Humedecer a peça e dar-lhe forma com cuidado e na horizontal. Deixar secar. Repetir a cada lavagem.

Diagramas

= 1 malha meia pelo direito, liga pelo avesso
= 1 malha meia pelo avesso
= fazer 2 laçadas entre 2 malhas; na carreira seguinte, tricotar a primeira laçada em meia ou em liga como indicado no diagrama e deixar cair a segunda laçada
= fazer 1 laçada entre 2 malhas; na carreira seguinte, tricotar a laçada torcida em meia ou torcida em liga como indicado no diagrama (não deve formar um buraco)
= tricotar 2 malhas juntamente em meia
= deslizar 1 malha em meia, tricotar 1 malha meia, passar a malha deslizada por cima da malha tricotada
= este quadrado não é uma malha - passar diretamente ao símbolo seguinte do diagrama
= Cor A – cinza escuro
= Cor B – amarelo ouro
= Cor C – natural
= Cor D – cinza
= Cor E – cinza pérola




Precisa de ajuda para este modelo?

Obrigado por ter escolhido um modelo DROPS. Orgulhamo-nos em fornecer modelos cujas explicações estão correctas e são de fácil compreensão. Todos os modelos são traduzidos do norueguês e pode sempre conferir as medidas e os cálculos do modelo original (DROPS 195-5) .

Precisa de uma ajuda adicional para este modelo? Encontrará abaixo uma lista de recursos que a ajudarão a acabar a sua peça num ápice - ou, porque não, aprendar algo de novo.

1) Porque é a tensão da amostra em tricô/croché tão importante?

A tensão da amostra é aquilo que vai determinar as medidas finais da sua peça de roupa e, geralmente, a amostra tem 10 x 10 cm. É indicada da seguinte maneira: número de malhas ou pontos em largura x número de carreiras em altura - ex: 19 malhas x 26 carreiras = 10 x 10 cm.

A tensão em tricô/croché é muito individual; algumas pessoas têm um ponto largo enquanto outras têm um ponto muito apertado. Adapta-se a tensão através do tamanho das agulhas e é por isso que o tamanho de agulha sugerido serve apenas como uma referência! Precisa de adaptar o tamanho da agulha (para um número mais largo ou mais estreito) a fim de assegurar que a SUA tensão é igual à tensão indicada nas explicações do modelo. Se trabalhar com uma tensão diferente daquela indicada irá obter um resultado diferente e a sua peça terá medidas diferentes daquelas que as explicações do modelo sugerem.

A tensão também determina que fios podem substituir o fio indicado. Desde que obtenha a mesma tensão pode substituir o fio indicado por outro.

Veja a lição DROPS : Como medir a sua tensão/a amostra

Veja o vídeo DROPS: Amostra/tensão do tricô

para cima

2) Grupos de fios – o que são e como usá-los?

Todos os nossos fios estão catalogados em grupos de fios (de A a F) de acordo com a sua espessura e a tensão da amostra – o grupo A contém os fios mais finos e o grupo F os mais grossos. Esta forma de catalogar os nossos fios faz com que lhe seja mais fácil encontrar fios alternativos para os nossos modelos, caso deseje mudar de fio. Todos os fios que pertencem ao mesmo grupo têm a mesma tensão de amostra e, por isso, podem ser usados para substituir outros fios do mesmo grupo. No entanto, é bom não esquecer que podem ter composições e texturas diferentes, dando um aspecto e toque únicos a uma peça.

Clique aqui para uma lista dos fios de cada grupo

para cima

3) Posso usar um fio diferente do fio indicado nas explicações do modelo?

O que é importante quando se muda de um fio para outro é que a tensão em tricô/croché seja a mesma. E deve ser assim para que as medidas da peça, quando terminada, sejam iguais às do esquema do modelo. É mais fácil obter a mesma tensão se usar fios do mesmo grupo de fios. Também se pode usar vários fios de um fio mais fio para obter a mesma tensão de um fio mais grosso. Por favor, experimente o nosso conversor de fios. Recomendamos-lhe que faça sempre uma amostra de teste.

Por favor tome NOTA: sempre que mudar de fio lembre-se de que a peça poderá ter um aspecto e toque diferentes da peça da fotografia, devido às propriedades e qualidades únicas de cada fio.

Veja a lição DROPS: Posso usar um fio diferente do fio indicado nas explicações do modelo?

para cima

4) Como uso o conversor de fios?

No topo de todos os nossos modelos encontra um link para o nosso conversor de fios, uma ferramenta útil caso pretenda usar um fio diferente daquele sugerido. Ao preencher o fio que deseja substituir, a quantidade (para o seu tamanho) e o número de fios usados, o conversar apresentar-lhe-á boas alternativas de fios com a mesma tensão. Além idsso, dir-lhe-á de quanto irá precisar na nova qualidade e se terá de trabalhar com mais vários fios. A maior parte dos novelos são de 50g (alguns são de 25g ou de 100g).

Se um modelo é feito com várias cores, cada cor terá de ser convertida separadamente. Da mesma maneira, se o modelo é feito com vários fios de qualidades diferentes (por exemplo, 1 fio Alpaca e 1 fio Kid-Silk) terá de encontrar alternativas para cada um deles, individualmente.

Clique aqui para ver o nosso conversor de fios

para cima

5) Por que é que obtenho uma tensão errada com as agulhas indicadas?

O tamanho da agulha indicado nas explicações de um modelo serve apenas como referência porque o importante é guiar-se pela tensão obtida na amostra. E uma vez que a tensão é muito individual, terá de adaptar o número da agulha a fim de se certificar de que a SUA tensão é a mesma da indicada no modelo – talvez tenha de ajustar para agulhas 1 ou até 2 tamanhos acima ou abaixo para obter a tensão correcta. Para tal, recomendamos-lhe que faça uma amostra de teste.

Se fizer a peças com uma tensão diferente da indicada, as medidas finais poderão ser diferentes das indicadas no esquema do modelo.

Veja a lição DROPS: Como medir a sua tensão/ a amostra

Veja o vídeo DROPS: Amostra/tensão do tricô

para cima

6) Por que motivo o modelo se faz de cima para baixo ou em top-down?

Fazer uma peça em top-down (ou, em português, de cima para baixo) proporciona-lhe uma maior flexibilidade e oportunidade para ajustar a peça às suas medidas. Por exemplo, é mais fácil experimentar a peça enquanto está a fazê-la, bem como é mais fácil fazer alterações ao comprimento do encaixe ou dos ombros.

As instruções explicam cuidadosamente cada passo a fazer pela ordem correcta. Os diagramas são adaptados à direção do tricô e são feitos como habitualmente.

para cima

7) Por que são as mangas mais curtas nos tamanhos maiores?

A largura total da peça (de um punho ao outro) será maior para os tamanhos maiores, apesar de as mangas serem mais curtas. Os tamanhos maiores têm a cabeça das mangas mais comprida e ombros mais largos e, por isso, as proporçõe serão correctas para todos os tamanhos.

para cima

8) O que é uma repetição do diagrama?

Os diagramas são, muitas vezes, repetidas em largura ou em altura. 1 repetição é o diagrama tal como ele aparece nas explicações do modelo. Se é indicado que deve repetir 5 vezes o diagrama A.1 numa peça em redondo, então, irá fazer A.1 num total de 5 vezes sucessivamente em redondo. Se é indicado que deve fazer 2 repetições de A.1 em altura, deverá fazer o diagrama completo, uma vez, e, depois, começar novamente pelo princípio e fazer o diagrama completo mais uma vez.

para cima

9) Como se tricota um diagrama em tricô?

O diagrama apresenta todas as carreiras/voltas, e cada malha vista pelo direito. Lê-se de baixo para cima e da direita para esquerda. 1 quadrado = 1 malha.

Quando se tricota em idas e voltas, as carreiras ímpares são as carreiras do direito e as carreiras pares são as carreiras do avesso. Quando se tricota o avesso, deve-se tricotar o diagrama ao contrário: da esquerda para a direita, tricotando as malhas meia em liga e as malhas liga em meia, etc.

Quando se tricota em redondo todas as carreiras se tricotam pelo direito e o diagrama é tricotado da direita para a esquerda em todas as carreiras.

Ver lição DROPS: Como ler os diargamas de tricô

para cima

10) Como sigo um diagrama em croché?

O diagrama apresenta todas as carreiras/voltas, e cada ponto visto pelo direito. Lê-se de baixo para cima e da direita para esquerda. 1 quadrado = 1 ponto.

Quando se crocheta em idas e voltas, as carreiras ímpares são as carreiras do direito e as carreiras pares são as carreiras do avesso.

Quando se crocheta em redondo, todas as carreiras se crochetam pelo direito, da direita para a esquerda em todas as carreiras.

Quando se crocheta um diagrama circular começa-se no centro e crocheta-se para o exterior, no sentido dos ponteiros do relógio, carreira após carreira.

As carreiras geralmente começam com um determinado número de pontos corrente (equivalente à altura do ponto seguinte) e isso pode estar representado no diagrama ou ser explicado nas instruções.

Ver lição DROPS: Como ler um diagrama em croché

para cima

11) Como tricoto vários diagramas simultaneamente na mesma carreira/volta?

As instruções para tricotar vários diagramas, um após o outro, na mesma carreira/volta geralmente estão escritas assim: “tricotar A.1, A.2, A.3 num total de 0-0-2-3-4 vezes". Isto significa que se tricota A.1 uma vez, depois, A.2 uma vez e, depois, repete-se A.3 (em largura) no número de vezes indicado para o seu tamanho – neste caso da seguinte maneira: S = 0 vezes, M = 0 vezes, L=2 vezes, XL= 3 vezes e XXL = 4 vezes.

Os diagramas tricotam-se como de costume: começar na primeira carreira de A.1, depois, tricotar a primeira carreira de A.2 etc.

Ver lição DROPS: Como ler um diagrama em tricô

Ver lição DROPS : Como ler um diagrama em croché

para cima

12) Porque começa a peça com mais pontos corrente do que o número que se trabalha?

Os pontos corrente são ligeiramente mais estreitos do que os outros pontos e para evitar que a corrente de base fique demasiado apertada, simplesmente fazemos mais pontos corrente no princípio. A contagem dos pontos será ajustada na carreira seguinte para se adaptar ao ponto e às medidas do esquema.

para cima

13) Porque se fazem auemntos antes de começar o cós em canelado quando a peça é tricotada de cima para baixo ou top-down?

O cós em canelado é mais elástico e irá apertar ligeiramente quando comparado, por exemplo, com o ponto meia. Ao fazer aumentos antes do cós em canelado, evita-se uma diferença visível em largura entre o cós e o resto do corpo.

para cima

14) Porque fazer aumentos na orla de remate?

É muito fácil arrematar as malhas muito apertadas e, ao fazer laçadas enquanto se arremata (e simultaneamente arrematando-as) evita uma orla de remate demasiado apertada.

See DROPS video: Arrematar com laçadas

para cima

15) Como aumento/diminuo a cada 3.ª e 4.ª carreira alternadamente?

Para obter aumentos (ou diminuições) homógeneas pode aumentar, por exemplo: a cada 3.ª e 4.ª malha, alternadamente, da seguinte maneira: tricotar 2 carreiras e aumentar na 3.ª carreira, tricotar 3 carreiras e aumentar na 4.ª malha. Repetir até os aumentos estarem todos feitos.

Ver a lição DROPS: Aumentar ou diminuir 1 malha alternadamente a cada 3.ª e cada 4.ª carreira

para cima

16) Porque é o ponto fantasia ligeiramente diferente daquele que vejo na foto?

As repetições de um ponto podem variar ligeiramente nos diferentes tamanhos, para se ter as proporções exactas. Se não estiver a fazer o mesmo tamanho do da peça da foto, pode haver ligeiras diferenças. Foi algo cuidadosamente criado e adaptado para que a impressão final da peça seja igual em todos os tamanhos. Basta certificar-se de que segue as explicações e os diagramas indicados para o seu tamanho!

para cima

17) Como posso tricotar um casaco em redondo em vez de o tricotar em idas e voltas?

Se preferir tricotar em redondo em vez de tricotar em idas e voltas, pode adaptar o modelo. Irá precisar de adicionar “steeks” a meio da frente (geralmente, 5 malhas), e seguir as instruções. Quando deveria virar e tricotar a peça pelo avesso, continua a tricotar em redondo, passando pelas malhas “steek”. No fim, abre a peça cortando a meio das malhas “steek”, apanha malhas para fazer as bandas e tapar as orlas cortadas.

Ver vídeo DROPS: Steeks - cortar o tricô

para cima

18) Posso tricotar um pulôver em idas e voltas em vez de o tricotar em redondo?

Se preferir tricotar em idas e voltas em vez de tricotar em redondo, pode adaptar o modelo de forma a que tricote as peças separadamente e, depois, as costure. Divida as malhas para o corpo em 2, adicione 1 malha ourela de cada lado (para as costuras) e tricote a frente e as costas separadamente.

Ver lição DROPS: Posso adaptar um modelo tricotado com agulha circular para agulhas direitas?

para cima

19) Porque vejo fios descontinuados nos modelos?

Uma vez que fios diferentes têm qualidades e texturas diferentes decidimos manter os fios originais nos nossos modelos. Contudo, pode facilmente encontrar opções alternativas por entre a nossa gama ao usar o conversor de fios, ou, simplesmente, escolher um fio do mesmo grupo de fios.

É possível que alguns retalhistas ainda tenham fios descontinuados em stock, ou que alguém tenha alguns novelos em casa para os quais gostariam de encontrar um modelo.

O conversor de fios fornecer-lhe-á tanto qualidades alternativas como a quantidade necessário no novo fio.

para cima

20) Como transformo uma peça com tamanho de senhora num tamanho para homem?

Se encontrou um modelo de que gosta mas os tamanhos são de senhora, não é muito difícil converter esse modelo para um tamanho de homem. A maior diferena será o comprimento das mangas e do corpo. Comece por escolher o tamanho de senhora cuja largura no peito possa servir para um tamanho de homem. O comprimento adicional será tricotado antes de arrematar para as cavas/a parte de cima das mangas. Se é um modelo tricotado de cima para baixo ou top-down, pode adicionar o comprimento logo depois da cava ou antes da primeira diminuição para a manga.

para cima

21) Como se evita que uma peça com pêlo ganhe borbotos?

Todos os fios têm fibras em excesso, mas, em particular, os fios penteados (com mais fibras). Por outras palavras, os fios perderão pêlo e quanto irá depender da forma como o fio foi cardado

O desprender das fibras também depende do que usar por baixo ou por cima da peça e se isso puxa todas as fibras do fio. Por conseguinte, é impossível garantir que um fio não perca pêlo.

Abaixo, deixamos algumas dicas em como obter os melhores resultados quando trabalhar com fios com pêlo:

1. Assim que a peça estiver feita (antes de a lavar) sacuda-a vigorasamente para que todas as fibras soltas se desprendam. NOTA: NÂO use um aparelho para tirar borbotos, uma escova ou qualquer outro método que puxe as fibras do fio.

2. Coloque a peça num saco de plástico e coloque-o no congelador – as baixas temperaturas irão fazer com que as fibras fiquem menos presas, umas às outras,, e as fibras em excesso sairão mais facilmente.

3. Deixe a peça no congelador durante algumas horas antes de a tirar e voltar a sacudir.

4. Lave a peça de acordo com as instuções indicadas na etiqueta do fio.

para cima

22) Onde se mede o comprimento numa peça?

O esquema com as medidas fornece as informações respeitantes ao comprimento total da peça. Se é um pulôver ou um casaco, a altura é medida a partir do ponto mais alto do ombro junto ao decote, em linha recta até ao rebordo inferior da peça. NÃO é medido a partir da ponta do ombro. De igual modo, a altura do encaixe é medida a partir do ponto mais alto do ombro até à carreira onde se separou o encaixe em costas/frentes e mangas.

Num casaco, as medidas nunca se tiram ao longo das carcelas, salvo indicação em contrário. Medir sempre entre as carcelas quando tirar as medidas da altura.

Ver lição DROPS: Como ler o esquema das medidas

para cima

23) Como saber quantos novelos de fio preciso?

A quantidade necessária de fio é indicada em gramas, tal, como por exemplo,: 450 g. Para calcular de quantos novelos irá precisar, primeiro, precisa de saber quantos gramas tem 1 novelo (25g, 50g ou 100g). Esta informação está disponível se clicar no fio usado nas nossas páginas. Divida a quantidade necessária pela gramagem de cada novelo. Por exemplo, se cada novelo tem 50g (a gramagem mais comum), o cálculo será o seguinte: 450 / 50 = 9 novelos.

para cima

Comprou fio DROPS para fazer este modelo? Então, pode pedir ajuda à loja onde comprou o fio. Descubra uma lista de lojas DROPS aqui!
Mesmo assim não consegue encontrar a resposta que procura? Então, desça até ao fundo da página e deixe a sua pergunta para que uma das nossas especialistas a possa ajudar. Em tempo normal, deverá receber uma responta em 5 a 10 dias úteis.. Entretanto, pode ler as perguntas e respostas anteriores relativas a este mesmo modelo, ou, então, juntar-se ao grupo DROPS Workshop no Facebook para obter ajuda de outras tricotadeiras ou crochetadeiras!

Comentários / Perguntas (46)

Erik Andersen 01.04.2020 - 18:48:

Mønster A.X ,3. pind skal der løftes 3 grå masker løst af men der er kun en grå fra sidste pind. Hvad gør jeg?

DROPS Design 16.04.2020 kl. 16:09:

Hej Erik, har du set videoen med mosaikmønster Hvordan strikkes et mosaikmønster

Bodil Nordjore 19.03.2020 - 13:52:

Rapport A7 - A8

Bodil Nordjore 16.03.2020 - 14:06:

I sjal som heiter nordic, er det vrongt å forstå samanhengen i framdrifta med so mykje bokstavar og mønsterrapportar - litt klønete forklara. so undrar eg på korleis de meiner eg skal strikke mønsterrapp, med laus tråd framfor og likeeins rette og vrange. er det slik at tråden lyt fylgje laus på vronga med den seiste borden? veldig små og uoversiktelege mønster.mønster

DROPS Design 19.03.2020 kl. 13:48:

Hej Bodil. Hvilken mønster rapport er det du ikke forstår, så skal vi prøve at forklare. God fornøjelse!

Jacqueline 13.01.2020 - 20:04:

Bonsoir, lorsque j’ai terminé les 43 côtes de mousse, j’ai un total de 271 mailles et non de 261 mailles..... Je l’ai refait et je suis encore arrivée au même nombre de mailles..... Merci de votre aide. Jacqueline

DROPS Design 14.01.2020 kl. 07:47:

Bonjour Jacqueline, avant de commencer les diagrammes vous avez 9 mailles, vous augmentez ensuite 42 fois (= 42 côtes mousse) 6 mailles soit 252 mailles au total + les 9 mailles du début = 261 mailles. Bon tricot!

Hava Gülmez 18.12.2019 - 22:09:

Hallo, ich wollte mal fragen wie man die Zunahmen im Mosaikmuster strickt?Mit welcher Farbe in der jeweiligen Reihe.Am Rand passt es bei mir mit dem Mosaikmuster nicht.Wenn ich z.B. mit Natur anfange,und alle Naturfarben rechts stricken muss und die grauen abhebe,mit welcher Farbe nehme ich zu bzw.stricke ich dann in der Rückreihe.Ich hoffe ich konnte meine Frage verdeutlichen.

DROPS Design 19.12.2019 kl. 07:55:

Liebe Frau Gülmez, die Zunahmen stricken Sie mit der Farben von der Randmaschen (= A.3, A.6, A.9), bei Hinreihen sowie Rückreihen stricken Sie nur die Quadraten mit der Farben von 1. Masche - siehe MOSAIKMUSTER. Haben Sie dieses Video geschaut? Das gestrickte Diagram ist für ein anderes Modell aber Technik ist dieselbe. Viel Spaß beim stricken!

Patricia THIOT 18.10.2019 - 07:56:

Bonjour et merci pour votre réponse rapide mais cependant je rencontre encore un point d'interrogation... Si la 1ere maille est grise j'ai bien compris que les mailles jaunes seront glissées mais comment je dois faire lorsqu'il y a des jetées dans les jaunes sur ce même rang pareil sur le milieu et à la fin du rang ? Puisque je dois normalement ne prendre que le fils gris pour tricoter les mailles grises...

DROPS Design 18.10.2019 kl. 09:10:

Bonjour Mme Thiot, chacun des rangs du diagramme correspond à 2 rangs tricotés (= 1 côte mousse), sur l'endroit vous tricotez les mailles + les jetés avec la couleur de A.3, sur l'envers, vous tricotez les mailles + les jetés avec la même couleur (le rang sur l'envers se fait de la même façon, en glissant les mêmes mailles que sur l'endroit). Avez-vous regardé la vidéo proposée dans la réponse précédente? N'hésitez pas à vous entraîner sur un échantillon avant de commencer le diagramme sur le châle. Bon tricot!

Patricia THIOT 16.10.2019 - 14:11:

Si je comprends bien les mailles existantes jaunes doivent juste être bascules sur l'autre aiguille et ne tricoter que les mailles gris foncé... Si les jetées doivent être jaunes il faut que je passe le fils jaune tout du long de mon rang...? Merci d'avance...

DROPS Design 17.10.2019 kl. 09:17:

Bonjour Mme Thiot, tout à fait, quand on doit tricoter en gris foncé, on va glisser les mailles avec une étoile dans le diagramme sans les tricoter, on ne fait les jetés que là où ils sont indiqués dans le diagramme, quand on fait glisser des mailles sans les tricoter, on doit bien veiller que le fil de la couleur tricotée soit sur l'envers (pas trop serré pour éviter de serrer l'ouvrage, comme dans un jacquard). Regardez la vidéo ci-dessous, même avec un diagramme différent, elle devrait vous permettre de comprendre la technique. Bon tricot!

Patricia THIOT 16.10.2019 - 14:07:

J'ai oublié un mot dans ma question 🤔 j'ai fais aussi les 2 rangs en jaune et je dois intégrer le gris foncé... Je suis sur le devant de l'ouvrage...

DROPS Design 17.10.2019 kl. 09:15:

Bonjour Mme Thiot, cette vidéo montre pour un autre modèle et donc un autre diagramme, comment on doit tricoter les mailles dans un point mosaïque sur l'endroit et sur l'envers (sans les augmentations, faites-les dans la couleur des mailles du rang). Bon tricot!

Patricia THIOT 16.10.2019 - 08:36:

Bonjour, tout d'abord merci pour votre site que je trouve très sympa avec des explications très claires sauf sur ce modèle, je ne comprends pas bien. Je viens de faire mes 2 rangs mousse en gris perle et aussi les 2 rangs mousse et je dois intégrer le gris foncé. La 1ere maille est gris foncé (un carré noir) et ensuite doublé jetée mais en quelle couleur ? Pareil pour le milieu du châle avec les autres jetées...

DROPS Design 17.10.2019 kl. 09:14:

Bonjour Mme Thiot, dansn A.3-A.4-A.5, vous commencez le point mosaïque (= 6ème rang du diagramme) en gris foncé (= 1ère m de A.3), vous glissez toutes les mailles avec une étoile et tricotez uniquement celles marquées en gris foncé, les jetés se font donc en gris foncé, et seront tricotés en gris foncé sur l'envers. Au rang suivant sur l'endroit, vous tricotez en jaune d'or uniquement les mailles avec une étoile, glissez les autres mailles, les jetés se font sur l'endroit en jaune d'or et se tricotent en jaune d'or sur l'envers; et ainsi de suite, en fonction de la couleur de A.3. Bon tricot!

Tine 20.09.2019 - 13:12:

Ik begrijp 2 dingen niet 1) hoe maak ik de meerderingen in de eerste rij van het mozaïekpatroon? ze staan tussen gele (afgehaalde) steken, neem ik dan een lus op tussen de afgehaalde steen en brei ik ze teruggaand met antraciet? 2) de eerste rij mozaïekpatroon brei ik met antraciet, de tweede rij met oker dus dan haal ik de antraciet steken af, maar op die rij zijn er meer donkere dan gele steken, dus die kan ik toch niet afhalen? in de video komt dit niet voor dus helpt niet

DROPS Design 23.09.2019 kl. 10:29:

Dag Tine,

De meerderingen zijn verwerkt in het telpatroon in de vorm van omslagen Dus niet de lus opnmen tussen de afgehaalde steken. De meerderingen worden aangegeven met een staand ovaal symbool tussen 2 steken. Bij een open ovaal maak je 2 omslageen en op de volgende naald brei je 1 omslag en laat je de nadere vallen. Let erop dat de telpatronen anders zijn dan normaal; elke naald in deze telpatronen staat gelijk aan 2 gebreide naalden. (Zie uitleg bovenaan bij 'MOZAÏEKPATROON)

Deixe um comentário acerca do modelo DROPS 195-5

Gostaríamos muito de saber o que tem a dizer-nos acerca deste modelo!

Se deixar uma pergunta acerca do modelo, certifique-se de que escolhe a categoria adequada no formulário abaixo para acelerar o processo relativo à resposta. Os campos obrigatórios estão assinalados com um *.