Como cortar um casaco e 6 orlas da frente diferentes

Muitas tricotadeiras têm medo de cortar uma peça tricotada, enquanto outras não têm qualquer problema em fazê-lo e preferem cortar steeks sem usar uma máquina de costura nem fazer um cordão em croché antes de cortar uma peça. É muito importante que leia as explicações abaixo antes de ver o vídeo para compreender melhor esta técnica. Neste vídeo, usamos o fio DROPS Nepal e mostramos-lhe 3 maneiras diferentes de costurar/ fixa os fios antes de cortar a peça. Mostramos-lhe também 6 diferentes orlas de uma frente mas não mostramos como essas orlas foram tricotadas. Os exemplos de amostras do vídeo incluem 7 malha "steek" (= designação em inglês para a técnica que consiste em cortar estas malhas) tricotadas alternadamente com duas cores diferentes, e a malha central está marcada com um fio de cor contranstante. Também se pode ter mais ou menos malhas "steek". Muitas das vezes, o modelo de um casaco explica como tricotar em idas e voltas a peça e estas malhas steek não são mencionadas nas explicações – deverá, nesse caso, acrescentar essas malhas por si própria. Nas amostras A&B, fazemos em croché uma carreira de pontos baixos, e nas amostras C, D, E e F, fazemos uma costura à máquina antes de cortar. Na amostra A, uma metade da 3.ª malha e uma metade da 4.ª malha são unidas pela corrente em croché; na amostra B, on vamos unir em croché uma metade da 4.ª malha e uma metade da 5.ª malha. Utilizamos uma máquina de costura para a costura chuleada das amostras C&D e uma costura chuleada + 1 costura direita nas amostrass E&F. Visualização das diferentes orlas das frentes: A) crocheta-se uma carreira de pontos baixos com um fio mais fino do que o usado na peça (utilize um fio mais fino e da mesma composição se possível – neste vídeo, usamos o fio DROPS Flora, cor 19, coral). A orla da frente é uma banda comprida em ponto jarreteira tricotada separadamente e unida, depois, à peça – ter atenção para que a orla não esteja nem demasiado comprida nem demasiado curta para a peça. O rebordo cortado é directamente costurado à peça, pelo avesso. B) Crocheta-se uma carreira de pontos baixos com um fio mais fino que o usado na peça (utilize um fio mais fino e da mesma composição se possível – neste vídeo, usamos o fio DROPS Flora, cor 19, coral). A orla da frente é uma banda comprida metade tricotada em canelado (1 malha meia/1 malha liga, com 1 malha ourela em ponto jarreteira) e a outra metade em ponto meia. Esta orla é costurada ao longo da peça e a parte em ponto meia em colocada por cima do rebordo cortado e unida com uma costura pelo avesso. C) Faz-se uma costura com um ponto de chuleio nas malhas steek, a cerca de 0,5-1 cm do sítio onde se vai cortar. Para a orla da frente, levantam-se malhas directamente na primeira malha da peça. Depois, vai-se saltar aproximadamente 1 malha a cada 4 malhas para evitar que a orla fique demasiado comprida em relação à peça. Aqui, a orla é tricotada em ponto jarreteira até ao comprimento desejado e o rebordo cortado e escondido com um galão. D) Faz-se uma costura de chuleio nas malhas steek, a cerca de 0,5-1 cm do sítio onde se vai cortar. Para a orla, levantam-se malhas na primeira malha da peça. Depois, vai-se saltar aproximadamente 1 malha a cada 4 malhas para evitar que a orla fique demasiado comprida em relação à peça. Tricota-se a orla em ponto meia até ao comprimento desejado e, depois, 1 carreira liga (a carreira para marcar a dobra) pelo direito da peça e continua-se em ponto meia. A última parte tricotada em ponto meia será colocada por cima do rebordo cortado. E) Com a máquina de costura, faz-se uma costura de chuleio e, depois, uma costura a direito por cima do chuleio (= 2 costuras) nas malhas steek, a cerca de 0,5-1 cm do sítio onde se vai cortar. Para a orla, levantam-se as malhas na primeira malha da peça. Depois, vai-se saltar aproximadamente 1 malha a cada 4 malhas para evitar que a orla fique demasiado comprida em relação à peça. Aqui, a orla é tricotada em canelado 2 malhas meia/2 malhas liga até ao fim e esconde-se o rebordo cortado com um galão. F) Com a máquina de costura, faz-se uma costura de chuleio e, depois, uma costura a direito por cima do chuleio (= 2 costuras) nas malhas steek, a cerca de 0,5-1 cm do sítio onde se vai cortar. Para a orla, levantam-se as malhas na primeira malha da peça. Depois, vai-se saltar aproximadamente 1 malha a cada 4 malhas para evitar que a orla fique demasiado comprida em relação à peça. Tricota-se a orla em canelado 2 malhas meia/2 malhas liga até ao comprimento desejado. Pelo avesso da peça, levanta-se o mesmo número de malhas do que o da primeira orla e tricota-se mais um pouco em ponto meia que se vai colocar e por cima do rebordo cortado e costurar a esse rebordo. Usamos o fio DROPS Nepal neste vídeo.

The video above can be used in the following patterns

Pode alterar a velocidade do vídeo ao clicar no ícone na barra do play.

Os nossos vídeos não têm som.

Somos uma empresa internacional e os nossos vídeos são vistas por pessoas em todo o mundo, pessoas que falam diferentes idiomas, muitas das quais não sabem inglês.

Por isso mesmo, temos explicações por escrito para acompanhar este vídeo e não há qualquer som para a distrair enquanto o vê. Divirta-se!

Comentários (1)

Helle 13.09.2020 - 09:32:

Hvordan gør jeg med ærmer, når jeg har klippet op i den strikkede bluse Jeg er med på hvordan blusen skal klippes, men ærmerne virker sværere for hvor skal klippekanten gemmes

Deixe um comentário acerca deste vídeo

Your email address will not be published. Required fields are marked *.